views: 0
27/05/16 20:25

Jovens visitam santuário e conhecem de perto os animais que consomem

Uma experiência emocionante.

Jovens visitam santuário e conhecem de perto os animais que consomem
Foto: Reprodução / YouTube

Em uma campanha recente, a ONG PETA (People for the Ethical Treatment of Animals) mostrou o que aconteceu quando três jovens que consomem produtos de origem animal toparam passar por uma experiência diferente: visitar um santuário de animais e se conectar com eles.

O santuário em questão é o Gentle Barn, localizado no estado da Califórnia (EUA). O local recebe muitos animais salvos da indústria Pecuária, dos quais a maioria das pessoas mantém uma distância segura, para não correrem o risco de pensar nas implicações éticas de seus hábitos.

Antes da visita, as duas mulheres e o rapaz afirmaram que dificilmente a experiência mudaria alguma coisa em suas formas de pensar a respeito dos outros animais, o que começou a mudar logo ao visitarem o primeiro indivíduo: o porco Zeus, que estava deitado e recebeu carinho na barriga. Quando Zeus levantou a perna, uma das jovens na mesma hora afirmou "Igualzinho meu cachorro!", percebendo que o comportamento de um animal que ela ama também está presente nos que ela come.

Em seguida, o grupo conheceu um outro porco, fruto de uma alteração genética com o objetivo de ficar maior, para gerar mais carne e subprodutos, e que estava sentado, por não conseguir se erguer com as patas traseiras. "Simplesmente partiu meu coração!", afirmou a outra jovem, bastante abalada. Logo chegou o momento de conhecer a galinha Jasmine. Jay Weiner, coordenador do santuário que guiou a visita, explicou que galinhas são mais afetuosas do que cães em alguns aspectos.

No fim da visita, foi a vez da conexão com uma vaca, por meio de um abraço carinhoso. "A primeira vez que eu abracei uma vaca eu me desculpei, porque eu não sabia.", afirmou Jay. "Você não pode ter um dia ruim abraçando uma vaca.", brincou.

Após a experiência, o grupo se mostrou bastante tocado. "Eu nunca pensei nos animais deste jeito. Eles têm o direito de usufruir de suas vidas."; "Eles têm uma personalidade."; "Eu vou tentar não comê-los mais."; "Acho que isto vai afetar minhas escolhas."; foram algumas das afirmações. Por fim, uma das mulheres prometeu tentar adotar o Veganismo e disse estar muito animada com a ideia. A experiência mostra que estabelecer uma conexão com os outros animais enquanto vivos é uma das ferramentas a nosso alcance para que mais gente mude seus hábitos.

Assista ao vídeo (em inglês - YouTube):

Compartilhe:
Siga o Mapa Veg:
Logo do Facebook Logo do Twitter Logo do Google+
Censo Veg
Quantas pessoas vegetarianas, veganas e simpatizantes existem no Brasil? Ajude-nos a responder. Cadastre-se e veja as estatísticas.
Siga o Mapa Veg:
Logo do Facebook Logo do Twitter Logo do Google+
Contato:
contato@mapaveg.com.br
© Mapa Veg | No ar desde Julho de 2012

Acesse sua Conta

Não tenho/esqueci a senha   Ainda não me cadastrei ×

Receber senha

×

×