views: 0
19/06/16 16:45

Especialistas em animais contestam decisão do Zoológico nos EUA que matou o Gorila Harambe

Animal foi morto após criança cair em seu recinto.

Compartilhe
Especialistas em animais contestam decisão do Zoológico nos EUA que matou o Gorila Harambe
Foto: pixabay.com

O caso do Gorila morto pela equipe de segurança do Zoológico de Cincinnati nos EUA, após uma criança entrar em seu recinto, continua repercutindo ao redor do mundo. Recentemente, conforme noticiamos aqui no Mapa Veg, testemunhas afirmaram que o Gorila estava apenas tentando proteger o menino (Relembre aqui).

Agora o assunto parece estar sendo levado mais a sério. Segundo notícia do jornal The Guardian, especialistas em comportamento animal estão contestando a decisão do Zoológico de matar o animal, sem ter tentado outras alternativas.

Para Adam Roberts, presidente da ONG de defesa animal Born Free USA, existe um grande ponto de interrogação sobre o quão seguro seria ter tentado tranquilizar o Gorila após ele ter começado a arrastar a criança no recinto. "Eu sinto pelas pessoas que tiveram que tomar a decisão de atirar no Gorila, mas este incidente nunca deveria ter ocorrido, em primeiro lugar.", disse Adam. Ele afirma ainda que ter atirado no animal envolveu um grande risco, pois ele podia ter caído sobre o menino. "Esta deve ser a maior questão para o Zoológico após o incidente – nós temos os protocolos certos? Se o único protocolo era atirar pra matar, então eu acho que eles tiveram uma mente pequena.", completa.

Já Ian Redmond, presidente da ONG inglesa de conservação The Gorilla Organisation, disse que gostaria de saber se tentaram distrair Harambe, conversando com o animal ou oferecendo frutas a ele, pois "gorilas tem uma mente razoável", afirmou. Ian prosseguiu com o seguinte questionamento: "Um tiro letal era a única opção? Não, eu acho que não. Quais outras opções foram tentadas?". Ele disse, ainda, que Harambe demonstrou muito mais stress e curiosidade do que agressividade, e lembrou que os momentos em que o Gorila arrastou o menino pelo recinto, lembrou o comportamento que estes animais têm na selva, arrastando galhos e colegas primatas pela floresta.

O especialista sugeriu, como outra alternativa de ação, uma linha de frente formada por funcionários e seguranças, entrando no recinto e avançando sobre o Gorila com um determinado comportamento. "Neste tipo de situação, gorilas tendem a recuar.", afirmou.

Como podemos concluir, outras alternativas poderiam ter sido tentadas para salvar a criança, e manter a integridade de Harambe, que apenas pagou por um erro humano. A decisão de atirar no animal também envolveu um grande risco para a própria criança. Como citado por Adam, antes de mais nada, o incidente não deveria ter ocorrido. Não sabemos se ele quis dizer que não existir Zoológicos seria o ideal, mas sabemos que expor animais para entretenimento é realmente o erro primário. Muitos acidentes seriam evitados praticando o respeito aos outros animais.

Compartilhe:
Siga o Mapa Veg:
Logo do Facebook Logo do Instagram Logo do Twitter Logo do Google+
Siga o Mapa Veg
Logo do Facebook Logo do Instagram Logo do Twitter Logo do Google+
Contato
contato@mapaveg.com.br
  Clique aqui se precisar ver novamente os erros enquanto corrige.
© Mapa Veg | No ar desde Julho de 2012

Censo Veg :: Acesse sua Conta

Não tenho/esqueci a senha   Ainda não me cadastrei ×

Receber senha

×

Guia Nacional Vegano :: Acesso do anunciante

Esqueci a senha   Ainda não me cadastrei ×

Guia Nacional Vegano :: Receber nova senha

×

×