Já se cadastrou?
views: 0
02/11/16 11:09

Conheça o ex-pecuarista que se tornou um ativista vegano

Uma prova viva de que qualquer pessoa pode despertar para a Libertação Animal.

Conheça o ex-pecuarista que se tornou um ativista vegano
Foto: nn

Howard Lyman era apenas mais uma criança como a maioria, com uma forte conexão com os animais não humanos, ao mesmo tempo em que aprendia na prática o que o professor e ativista vegano Gary Francione chamou de "esquizofrenia moral": uma condição na qual se afirma levar os interesses dos outros animais a sério, ao mesmo tempo em que se é cúmplice de todo tipo de crueldade contra eles.

Howard cresceu em uma pequena fazenda nos EUA, rodeado por animais. Seu cachorro era um grande companheiro, e ele deu nomes às vacas e cavalos com quem convivia. "Eu aprendi que uma vaca poderia identificar seu bezerro em meio a centenas de outros, sem errar. Nossos cavalos 'de trabalho' respondiam aos comandos verbais, então não havia dúvida de que entendiam nossas palavras, mas tivemos problemas em entender as deles.", escreveu ele em um artigo para o site Humane Myth.

O ex-pecuarista, ainda criança, sonhava em ser um fazendeiro. Após o ensino médio, ele foi para a Universidade Estadual de Montana (EUA) estudar Agricultura. Com o diploma na mão, se tornou um fazendeiro e construiu um grande negócio, numa área de 12 mil hectares, onde criava milhares de bovinos. "Eu olho para trás hoje com pesar em como eu me transformei numa parte da indústria movida pelo lucro, em vez de um animal compreensivo entre outros animais. Levei anos para entender que somos apenas uma parte do universo, e não a parte mais importante dele.", afirmou.

Em 1979, no auge da sua carreira de pecuarista, descobriu um tumor em sua coluna, que o deixou paralisado da cintura para baixo. Os médicos o disseram que ele tinha uma chance em um milhão de voltar a andar. "Me senti da mesma forma que os bovinos antes de serem abatidos – também debilitados a ponto de não conseguirem se movimentar.", contou ele em uma entrevista.

Foi durante sua recuperação que Howard começou a se questionar sobre suas escolhas, e refazer a conexão que tinha criado com os outros animais, mas que acabou sendo deturpada pela cultura especista que nos rodeia. Abaixo, segue um breve relato de Howard no fantástico documentário Peaceable Kingdom (Reino Pacífico) sobre sua mudança de consciência:

"Eu estava no banheiro e me olhei no espelho, e foi a primeira vez na minha vida que fui honesto comigo mesmo. Toda a minha vida eu disse que amava os animais. E então me perguntei: 'Se você realmente ama os animais, se você se importa com eles tanto quanto diz, por que come eles?'

Eu nunca vi um animal pular e dizer que quer ser um hambúrguer. Estive em centenas de matadouros, vi milhares de animais morrerem, e sempre que eu os observava, eu notava que eles sabiam o que aconteceria com eles. Havia o cheiro de morte. Eu me questionava: 'Existe alguma necessidade disso?'

Eu vi o medo nos olhos desses animais, mas até então não me permitia pensar a respeito, até que saí do hospital. E quando me questionei, quase derrubei a pia do banheiro. Eu não poderia ir até a minha esposa e discutir isso com ela. Como dizer que temos milhões de dólares investidos em um negócio baseado em alimentar e matar animais? Como eu poderia dizer: 'Talvez o que devêssemos fazer é sair desse negócio!'

Como eu desabafaria com meus amigos quando todos eles estavam trabalhando no mesmo ramo que eu? Não tive nenhum apoio. Mesmo que eu tentasse recorrer ao meu sacerdote, seria em vão, porque ele também comia carne tanto quanto eu. Foi o momento mais difícil e mais solitário da minha vida quando abandonei tudo."

Após sua transformação, Howard se tornou palestrante sobre Direitos Animais e Veganismo, co-autor dos livros Mad Cowboy e No More Bull, fundador e presidente da ONG Voice for a Viable Future, e participou dos famosos documentários McLibel, Meat The Truth, Peaceable Kingdom e Cowspiracy.

Compartilhe:
Siga o Mapa Veg:
Logo do Facebook Logo do Twitter Logo do Google+
O Mapa Veg é uma iniciativa que visa manter um Censo vegetariano, vegano e de simpatizantes online.
Saiba mais
Siga o Mapa Veg:
Logo do Facebook Logo do Twitter Logo do Google+
Contato:
contato@mapaveg.com.br
© Mapa Veg | No ar desde Julho de 2012

Acesse sua Conta

Não tenho ou esqueci a senha ×

Receber senha

×

×

Entenda os Tipos

Vegetariana(o):
Não se alimenta de nenhuma parte de animais (carne, pele, ossos, tendões, etc) nem de produtos que as contenham (caldo de carne/galinha, gelatina, etc), podendo incluir ou não outros alimentos de origem animal. A dieta é especificada no próximo campo.

Vegana(o):
Adepta(o) do veganismo, ideologia que busca o fim da exploração e crueldade com os animais. Por isso, não consome nenhum produto de origem animal, ou que contenha ingredientes dessa origem, podendo ser alimentos, roupas e calçados de couro e outras peles, cosméticos, produtos de higiene, limpeza, etc. Também evita produtos testados em animais e atividades que os explorem, como comércio de animais, rodeios, vaquejadas, circos, etc. A dieta é especificada no próximo campo.

Simpatizante:
Pessoa que simpatiza com o vegetarianismo e/ou veganismo.

×

Entenda as Dietas

Ovo-lacto-vegetarianismo:
Exclui qualquer tipo de carne, mas inclui ovos e laticínios e/ou produtos que os contenham. Pode incluir ou não produtos apícolas*.

Lacto-vegetarianismo:
Exclui qualquer tipo de carne e ovos, mas inclui laticínios e/ou produtos que os contenham. Pode incluir ou não produtos apícolas*.

Ovo-vegetarianismo:
Exclui qualquer tipo de carne e laticínios, mas inclui ovos e/ou produtos que os contenham. Pode incluir ou não produtos apícolas*.

Api-vegetarianismo:
Exclui qualquer tipo de carne, laticínios, e ovos, mas inclui um ou mais produtos apícolas*. Selecione esta dieta apenas se os produtos apícolas forem os únicos de origem animal que você ingere.

*Produtos apícolas: mel, geleia real, própolis, cera de abelha, pólen, etc.
 

Vegetarianismo estrito:
Exclui qualquer alimento de origem animal ou que contenha ingredientes dessa origem.

Crudivorismo:
Inclui apenas vegetais crus: frutas, legumes, verduras, cereais, raízes, etc.

Frugivorismo:
Inclui apenas vegetais crus, mas estes são basicamente frutas e alguns outros vegetais que se encaixam dentro do conceito botânico de fruto, como tomate e pepino. Além disso, pode incluir algumas sementes, como castanhas e nozes, e algumas folhas, como alface e rúcula.

×

Entenda a opção "Outro"

Disponibilizamos a opção "Outro" para permitir a inclusão de pessoas que não se identificam com a definição binária de sexo (masculino-feminino). Não confundir com orientação sexual (homossexual, heterossexual e bissexual).

×

Cidades do DF

Para selecionar a Cidade correta, confira a lista das Regiões Administrativas do DF (RAs) e seus principais bairros e setores (para aquelas que os tem). Ao identificar sua RA, selecione a cidade no campo "Cidade onde mora", lembrando que neste campo as cidades estão ordenadas alfabeticamente, e não pelo número da RA.

  • RA 1 - Brasília (Asa Sul, Asa Norte, Setor Militar Urbano (SMU), Noroeste, Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Granja do Torto, Vila Planalto e Vila Telebrasília)
  • RA 2 - Gama
  • RA 3 - Taguatinga
  • RA 4 - Brazlândia
  • RA 5 - Sobradinho (inclui Chapada da Contagem, Grande Colorado e Lago Oeste)
  • RA 6 - Planaltina (inclui Arapoangas, Buritis IV, Quintas do amanhecer, Mestre D'armas e Vale do Amanhecer)
  • RA 7 - Paranoá
  • RA 8 - Núcleo Bandeirante (inclui Vila Metropolitana, Vila Nova Divinéia, Setor de Indústrias Bernardo Sayão, Vila Cauhy e Setor Placa da Mercedes)
  • RA 9 - Ceilândia
  • RA 10 - Guará (Inclui Setor Lúcio Costa, Super Quadra Brasília (SQB), Colônia Agrícola IAPI e Colônia Agrícola Águas Claras)
  • RA 11 - Cruzeiro
  • RA 12 - Samambaia
  • RA 13 - Santa Maria
  • RA 14 - São Sebastião
  • RA 15 - Recanto das Emas
  • RA 16 - Lago Sul (deixou de fazer parte da RA I em 1994)
  • RA 17 - Riacho Fundo
  • RA 18 - Lago Norte (deixou de fazer parte da RA I em 1994)
  • RA 19 - Candangolândia
  • RA 20 - Águas Claras (inclui Areal, Área de Desenvolvimento Econômico (ADE), Arniqueiras, Vereda da Cruz e Vereda Grande)
  • RA 21 - Riacho Fundo II
  • RA 22 - Sudoeste/Octogonal
  • RA 23 - Varjão
  • RA 24 - Park Way
  • RA 25 - SCIA - Setor Complementar de Indústria e Abastecimento (Cidade Estrutural e Cidade do Automóvel)
  • RA 26 - Sobradinho II
  • RA 27 - Jardim Botânico
  • RA 28 - Itapoã
  • RA 29 - SIA - Setor de Indústria e Abastecimento
  • RA 30 - Vicente Pires
  • RA 31 - Fercal
  • ×